to content

Aljustrel

geral@mun-aljustrel.pt (+351) 284-600-070
redes sociais redes sociais redes sociais
Notícias
butao butao butao
17/09/2020
Monotorização a IPSS do concelho e reforço de medidas municipais para prevenção da Covid-19

No âmbito das medidas de prevenção ao combate à pandemia provocada pelo Covid-19, a Câmara Municipal de Aljustrel, através do seu serviço de Proteção Civil e em conjunto com as demais entidades competentes, designadamente o Centro Distrital de Segurança Social e a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulbsa), onde se inclui o Centro de Saúde de Aljustrel, tem vindo a realizar ações de monotorização às instituições de solidariedade social (IPSS) do Concelho de Aljustrel.

Estas ações, que já vão na terceira ronda, pretendem averiguar os procedimentos que estão a ser efetuados, designadamente em termos de medidas de prevenção para controlar a pandemia, como utilização de material de proteção individual, medidas de distanciamento social, desinfeções, entre outras. O objetivo é contribuir e zelar para a diminuição dos fatores de propagação e reforçar as medidas preventivas no Concelho de Aljustrel.

Com o intuito de acautelar ainda a possibilidade de uma segunda vaga e delinear estratégias para o tempo mais frio, nomeadamente com a chegada do outono e do inverno, a Câmara de Aljustrel irá reforçar também a sua ação e intervenção, desenvolvendo e atualizando Planos de Contingência Municipal, nomeadamente para as áreas do desporto, da educação e do associativismo.

Reunir-se-á ainda, também com a intenção do fortalecimento de medidas e de planos, bem como de estratégicas a colocar no terreno, a Comissão Municipal de Proteção Civil, e serão promovidas iniciativas de renovação de conhecimentos na área das desinfeções, que serão direcionadas para as IPSS e para os auxiliares de ação educativa.

16/09/2020
Aljustrel volta a ter a segunda maior taxa de fecundidade do País e a maior taxa de natalidade do Baixo Alentejo

O Concelho de Aljustrel voltou, em 2019, a ter a segunda maior Taxa de Fecundidade Geral do País. Recorde-se que, tal como em 2017, só Lisboa apresenta números mais elevados.

Segundo os últimos dados, revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o Concelho de Aljustrel apresenta uma taxa de fecundidade geral de 56,0. Lisboa, por sua vez, que lidera esta taxa, apresenta um valor de 62,1.

De acordo com o INE, o Concelho de Aljustrel, e tendo em conta o índice sintético de fecundidade, é o segundo território de Portugal onde é maior o número médio de filhos por mulher em idade fértil, nomeadamente de 2,1. Em Lisboa é de 2,3. De referir que no Continente o número médio de filhos por mulher, registado em 2019, foi de 1,43.

De salientar que, segundo ainda o Instituto Nacional de Estatística, Aljustrel, no que diz respeito ao Baixo Alentejo, é também o concelho onde é apresentada a maior taxa bruta de natalidade, designadamente de 9,9.

Para a Câmara Municipal de Aljustrel, estes voltam a ser dados animadores e que, não sendo suficientes para resolver o problema que se iniciou há muitos e muitos anos, de perda populacional, no concelho e em todo o interior do País, ajudam a renovar a esperança. E reforçam ainda a convicção de que Aljustrel, cada vez mais, se afirma como um concelho dinâmico e cada vez mais atrativo, nomeadamente a nível económico, social e também demográfico.

Significa ainda que o Concelho de Aljustrel tem tido a capacidade de manter a qualidade de vida, onde as famílias encontram excelentes condições para criarem os seus filhos, e, sobretudo, o emprego, através da atração de diversos e importantes investimentos e nas mais diversificadas áreas.

O município reforça assim o compromisso de tudo continuar a fazer para manter estes padrões de vida, na certeza de que ainda existe muito trabalho pela frente e caminho para percorrer.

09/09/2020
Continua a campanha de vacinação de cães e identificação eletrónica até ao dia 30 de outubro

A Câmara Municipal de Aljustrel informa que, até ao dia 30 de outubro, continua a decorrer, no Picadeiro do Parque de Exposições e Feiras, em Aljustrel, sempre à quarta-feira, às 14:30 horas, a campanha oficial de vacinação antirrábica e do controlo de outras zoonoses.

Todos os interessados que pretendam vacinar os seus cães, ou proceder à respetiva identificação eletrónica, poderão continuar, assim, a fazê-lo, uma vez que esta ação continua a ser assegurada pela Médica Veterinária Municipal.

Recorde-se que a vacinação antirrábica é obrigatória (Portaria n.º 81/2002 de 24 de janeiro) para todos os canídeos com três ou mais meses de idade, de acordo com o Plano Nacional de Luta e Vigilância da Raiva e Outras Zoonoses.

Já a identificação eletrónica é obrigatória para todos os cães nascidos após 1 de julho de 2008 (Decreto-Lei nº313/2003 de 17 de dezembro) e consiste na colocação de um microchip com um número de identificação, registado numa base de dados onde consta o contacto do proprietário, útil em caso de perda ou roubo do animal de estimação.

Informa-se ainda que, de acordo com a campanha em vigor, a vacinação tem um custo de 10 euros, a identificação eletrónica de 2,50 euros e a atribuição do boletim sanitário de 1,00 euro.

Ver todas as notícias
Ver todas as notícias
Galeria Multimédia
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
#aljustrelterraviva
Publique as suas fotografias com este hashtag para vê-las aqui