Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaGabinete Apoio ao EmigranteAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioPrograma Aljustrel JovemUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra VivaGEO_FPIIFRRULinha Verde

Chapéu de ferro

Um chapéu de ferro ou gossan, consiste numa rocha intensamente oxidada, erodida ou decomposta, normalmente é a parte superior e exposta de um jazigo ou veio mineral.


Num chapéu de ferro, tudo o que resta são óxidos de ferro e quartzo muitas vezes em blocos com cavidades revestidas de quartzo que mantêm a forma dos minerais já dissolvidos. Noutros casos restam óxidos de ferro e quartzo bem como limonite, goethite e jarosite como pseudomorfos substituindo a pirite e minerais originais.


Normalmente o chapéu de ferro caracteriza-se como uma "nódoa" vermelha no solo que contrasta com a rocha e solo devido à abundância de quartzo e óxidos de ferro resistentes à erosão. Devido a essa resistência à erosão os chapéus de ferro apresentam-se como colinas.


Nos séculos XIX e XX os chapéus de ferro eram importantes guias para jazigos subterrâneos usados por prospetores na sua procura de minerais. Um prospetor experiente podia identificar na estrutura de um chapéu de ferro algumas características que ajudavam a determinar o tipo de minerais que se encontravam debaixo do chapéu de ferro.