Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaPrograma Aljustrel JovemAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioLinha VerdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra Viva

Mineiro

Possui a mina de Aljustrel algumas instalações industriais mineiras já desactivadas, que são testemunho único de práticas mineiras que vêm do séc. XIX, com imenso património móvel e imóvel, de arqueologia clássica e industrial, com valor histórico e patrimonial e que urge preservar uma vez que já não existe em mais nenhuma mina da Faixa Piritosa Ibérica.

Do património mineiro ainda existente são de realçar as instalações da antiga cementação com edifícios anexos, onde se obtinha cobre a partir da sucata de ferro e das águas que vinham do interior da mina, da central eléctrica, uma das mais antigas do Baixo Alentejo e que chegou a fornecer energia a localidades vizinhas, dos malacates (elevadores) com os respectivos edifícios adjacentes por onde subiam e desciam homens, máquinas e minério até às profundezas da terra, a sala dos compressores, hoje musealizada e onde era produzido o ar comprimido para os trabalhos mineiros. Trata-se de vestígios de um tipo de mineração já desactualizado nos dias de hoje, mas que foi utilizado durante muitas décadas nas minas de Aljustrel e da Faixa Piritosa e de que já não existem vestígios nas outras minas o que, de algum modo, valoriza estes equipamentos. Deverá realçar-se a existência de muitos vestígios arqueológicos que ainda não foram postos a descoberto, embora se encontrem referenciados e possam vir a ser intervencionados posteriormente.

O património móvel está representado por duas componentes: os materiais de arqueologia clássica e os de arqueologia industrial. Enquanto os primeiros estão salvaguardados no Museu Municipal de Arqueologia, os segundos encontram-se dispersos pelo couto mineiro, com as locomotivas antigas e as vagonas, que se encontram ao ar livre, a necessitarem de alguma atenção. De referir que das locomotivas ainda existentes, umas eram utilizadas em trabalhos de superfície e outras no interior das galerias da mina.